quinta-feira, 22 de junho de 2017

ainda são cinco da manhã - Manu Mendes

 Depois dos últimos anos, percebi que eu nunca segui a frase "quando for fazer sua lista de amigos, faça a lápis". Eu não sei ser assim, em vez de algum rascunho, ou algo cuidadoso, não! Se for pra confiar, pra realmente chamar de amigo, eu vou lá e uso caneta colorida, com glitter e cheirinho de fruta. É 8 ou 80.
E o pior, é que nesse obra de arte não dá pra usar nenhum corretivo. Por mais que algumas histórias tenham doído, por mais que eu tente seguir, elas tão aqui, e,  quando eu lembro, isso doi. Muito. Dói tanto que não sei o que será de mim. Eu quero gritar e ver as coisas voltando ao "normal", mas eu me proibi de tentar fazer isso outra vez. Eu sei que tem um lado bom, claro que tem, sempre tem, mas às vezes não importa. Agora não importa.
Não importa porque ainda ouço falar de você, quando te vejo, ou quando ainda nos falamos, a saudade ainda dói. Doi mais ainda, nós não somos mais os mesmos, a mudança já não combina. Um dia passa, um dia eu entendo.

terça-feira, 13 de junho de 2017

Meus casais favoritos - TOP 5

"Have you met Ted?"  

Quem assiste/assistiu  a série "How I met your mother" conhece essa frase, Barney (Neil Patrick Harris) usava muito para apresentar o protagonista Ted (Josh Radnor) para as garotas no bar, quis usar essa referência porque o post de hoje traz meus casais favoritos. Tem de série, filme e livro, tentei não dar spoiler, confere aí!

Queria deixar claro que não tive como focar apenas em séries ou livros, porque sou indecisa. Sem mais enrolação, vamos lá! <3