terça-feira, 28 de fevereiro de 2017

Um ano de Pensamentos Agridoces.

Um ano. Números agradáveis, muitos números,  mas não é exatamente isso o que importa, não agora. Foram dezenas de textos, com tudo o que eu tenho de mais sincero, falando com e para pessoas que fazem total diferença em minha vida o quão elas foram e são especial, tentando dizer como "melhorar" é o melhor que podemos tentar fazer.

Começa com pequenas coisas, tipo parar pra pensar no que tá acontecendo agora, tentar refletir sobre o passado, pensar um pouco no futuro, entender como você funciona.

O blog foi a melhor coisa que eu criei, porque escrever é a melhor coisa que eu sei, quero crescer nisso, tô disposta a aprender mais, a tentar me organizar melhor, a pensar um pouco mais antes de cada ato,  mas continuar usando a intensidade que eu quiser. Minha ideia inicial foi só desabafar, falando sobre coisas não tão importantes, depois, falei sobre as coisas que me inspiravam e sobre o que andava acontecendo na minha vida.

Comecei a tentar fazer com que as pessoas entendessem que eu queria ajuda-las, pelo menos falando coisas legais, coisas que fossem boas de ler e isso só vem crescendo. Quero continuar falando sobre minhas músicas favoritas do momento, sobre os livros que leio, sobre o que ando aprendendo, vivendo, sentindo.

Mais uma vez obrigada, muita gente me ajuda muito,  muita gente eu ganhei (e perdi também) durante esse tempo, muita gente gosta do que eu escrevo, obrigada. Talvez eu nem chegue a ser um inspiração para alguém algum dia, mas talvez eu possa te fazer sorrir, se identificar com algum texto, sei lá, escrever é a melhor forma de expressão que eu vejo pra mim, eu apenas pretendo seguir aprimorando a essência  que encontrei.