terça-feira, 20 de dezembro de 2016

Ela tá fora do padrão



Olhe para aquela menina, seria linda se estivesse dentro dos padrões, ah, como seria! Ela tem um sorriso marcante e uma covinha discreta na bochecha, mas o  nariz não combina nadinha com ela! Tá fora dos padrões! Não pode!


É com esse grito da sociedade que ela tem que conviver: FO-RA-DO-PA-DRÃO! Cabelo volumoso, não pode! Espinha? Nããããooo! A felicidade é grande e fica estampada no olho brilhante, mas ela tem olheiras, feia! Não pode não! Alta demais, não pode! Baixa demais, não pode! Estria? Nem pensa! Cicatriz? Vish, não tem lugar na sociedade! NÃO-PO-DE!


Tem que andar por aí sorrindo, até porque ela não tem razões para não estar feliz! Não pode reclamar de nada, ela tem a vida perfeita, olha só! Usa saia curta? Roupa rasgada? Blusa de banda? Ah, não! Tem que usar roupa de menininha!  Tá sem maquiagem? Não pode, mas maquiagem forte demais também não! Tem que ser natural, leve, de mocinha! DENTRO DO PADRÃO!


Não quer se casar? Não quer namorar? Ainda não pensa em engravidar? Como assim? Faculdade? Pós-graduação? Mudar de cidade? Independência? Trabalho? Vida própria? Mil vezes não! Não está se acabando por conta do término do relacionamento? Sabe se conformar? Se valoriza? Errada outra vez! Tem que depender do namorado sim! Onde já se viu isso? Foi feita para o lar, para a família! DO-NA DE CA-SA!


Esqueceram que ela tem sentimentos, que ela gosta de se parecer com o que é por dentro, ela mostrar e poder ser a metamorfose ambulante que sente dentro de si, quer fazer as escolhas dela! E ela não se importaria com as espinhas, com o nariz, com as olheiras, ou estrias ou cicatrizes se vocês não a dissessem que ela é toda errada! Ela quer fazer as próprias escolhas e vai se responsabilizar pelos erros e comemorar suas conquistas, sozinha ou com quem quer que seja! Quer a sinceridade, quer descobrir o que há de bom!

Mas será que ela, que é cheia de sonhos aguentará tudo isso? Quanto tempo os sonhos e a magia irão permanecer dentro daqueles olhos brilhantes, quanto tempo sua vontade de ser o que ainda não tem coragem de mostrar ao mundo vai resistir aos comentários maldosos? Ao assédio nas ruas que virou rotina, aos olhares que acusam e aos dedos que apontam?


Por quanto tempo mais vamos ter que aguentar essa droga de sociedade? Que se exploda, desejo a todos coragem de ser o que é de verdade, coragem de enfrentar os padrões, porque existem pessoas que nunca irão mudar as atitudes que não doem nelas, pois é assim que elas são: egoístas e acusadoras.


Espero que tenham gostado <3
Comentem aí e sigam o P.A. 
Beijos
-Manu Mendes